Biblioteca Grândola

Year
2012
Location
Grândola
Country
Portugal

Biblioteca Grândola

Foi proposto um “diálogo” entre o edifício e a Praça da República, sem comprometer as características naturais do lugar. O espaço foi transformado, criando a possibilidade de duas vivências- o edifício e o espaço público.
Assim, foi conservada a leitura arquitectónica do conjunto e eliminou-se as adições que distorcem a volumetria primitiva, modificando o seu interior de forma a responder às novas exigências funcionais.
Implantado num terreno de configuração quadrangular, tirou-se partido da relação com a praça existente para realizar a distribuição dos espaços em torno de um centro vazado do edifício (pátio) a partir do qual este se desenvolve e se relaciona com o espaço público, garantindo através de grandes vãos, uma relação privilegiada com o exterior.
O programa proposto previa três pisos. Num primeiro piso, encontrava-se a zona social pública e um núcleo de serviços. Num outro piso superior destinavam-se espaços de leitura e num terceiro piso serviços internos de funcionamento da biblioteca e do Arquivo.